quarta-feira, 1 de outubro de 2014

NOSSOS PATROCINADORES

Essas empresas apostaram em nosso trabalho na Picada das Antas...


João Henrique Coelho de Souza
MANO

CAMISETAS PICADA DAS ANTAS COM PATRCINADORES

AGORA SIM OS MODELOS FINAIS....

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

PROGRAMAÇÃO DO FESTIVAL DE MOTOCROSS AMADOR DA PICADA DAS ANTAS – 18 E 19 DE OUTUBRO DE 2014.


 

SÁBADO

 

Quem quiser almoço entrar em contaTo telo face com www.facebook.com/manocoelho ou então pelo e mail manosls23@gmail.com.

 

O cardápio e o valor será informado com antecedência.

 

As inscrições Serão feitas antecipadamente pelo site www.arteefotosracing.com

 

Vistoria: À partir das 13:30H 

Duas sessões de treinos de 20 minutos de duração

 

 As motos serão divididas em:

Mirim (50cc, 65cc, 85cc)

Motos Nacionais (02 grupos)

Motos Importadas (02 grupos).

 

1ª Sessão de Treinos

 

Nacional A/230cc/MX4Nac. 14:00H ÀS 14:20H

 

Nacional B/FLN/MX4Nac. 14:20H ÀS 14:40H

 

50cc, 65cc e 85cc 14:40H ÀS 15:00H

 

Importadas 250 15:00H ÀS 15:20H

 

Importadas 450 15:20H ÀS 15:40H

 

INTERVALO MANUTENÇÃO 15:40H ÀS 16:OOH

 

2ª Sessão de Treinos

 

Nacional A/230cc/MX4Nac. 16:00H ÀS 16:20H

 

Nacional B/FLN/MX3Nac. 16:20H ÀS 16:40H

 

50cc, 65cc e 85cc 16:40H ÀS 17:00H

 

Importadas 250 17:00H ÀS 17:20H

 

Importadas 450 17:20H ÀS 17:40H


 

DOMINGO

 

Vistoria à partir das 07:30H

Os treinos serão interrompidos entre das 10:30H às 11:30H para a 
realização do Culto Festivo em comemoração ao aniversário de 129 anos da Comunidade Evangélica da Picada das Antas.

 

Neste horário é expressamente proibido ligar, acelerar ou transitar com as motos ao redor da pista e tão pouco ao redor da igreja. Os pilotos que desrespeitarem esse comunicado poderão ser penalizados com a desclassificação ou a perda do direito de participar das disputas da etapa.

 

Como nos anos anteriores, a sonorização do evento será momentaneamente desligada.

A organização local solicita a todos que não liguem o som automotivo no intervalo do culto. As equipes que mantiverem o som dos veículos ligados poderão ser punidas com a desclassificação do piloto.

 

1ª SESSÃO DE TREINOS

 

Nacional A/230cc 08:30H - 08:50H

 

Nacional B/FLN 08:50H – 09:10H

 

Importadas 250 - 09:10H – 09:30H

 

Importadas 450 - 09:30H – 09:50H

 

50cc, 65cc e 85cc 09:50H – 10:10H

 

2ª SESSÃO DE TREINOS

 

Nacional A/230cc 10:10H – 10:20H

 

Nacional B/FLN 10:20H – 10:30H

 

INTERVALO 10:30 h – 11:30 h

 

Importadas 250 – 11:30H – 11:40H

 

Importadas 450 – 11:40H – 11:50H

 

50cc, 65cc e 85cc 11:50H – 12:00H

 

MANUTENÇÃO 12:00H – 12:30H


 

LARGADAS

12:30H – MX Gold (1ª Bateria) 15min+2 voltas

 

13:00H – MX3 e MX4 Nacional 12min+2 voltas 

 

13:30H – 50cc 10min+2 voltas

 

14:00H – MX3 e MX4 Imp. 10min+2 voltas

 

14:30H – Nacional B 12min+2 voltas

 

15:00H – INTERMEDIÁRIA  12 min + 2 voltas

 

15:30H – 230cc 12min+2 voltas

 

16:00H – 85cc 10min+2 voltas

 

MANUTENÇÃO

 

16:30H – MX2 12min+2 voltas

 

17:00H – Nacional B 12min+2 voltas

 

17:30H – 65cc 10min+2 voltas

 

18:00H – Força Livre 12min+2 voltas

 

18:30H – MX Gold (2ª BATERIA) 15min+2 voltas

 

Observação: os horários poderão sofrer alterações.

 

A entrega dos troféus será nos intervalos de manutenção.

 

João Henrique Coelho de Souza

 

MANO

 


 

CATEGORIAS DO FESTIVAL DE MOTOCROSS  MOTOCROSS AMADOR 201 NA PICADA DAS ANTAS.

CATEGORIA 50 cc

Motos 2T até 50 cc. Pilotos de 7 a 10 anos.

CATEGORIA 65cc

Motos 2T de 65cc. Pilotos de 07 a 12anos, valendo a idade do dia 1º de janeiro. 

CATEGORIA 85cc

Motos 2T de 65cc até 105cc e 4T de 75cc até 150cc. Pilotos homens de 10 a 15 anos e mulheres de 10 a 17 anos, valendo a idade de 1º de janeiro de 2012.

Obs.: Havendo necessidade as categorias 65cc e 85cc largarão juntas e classificam separadas.

CATEGORIA NACIONAL "A" ATÉ 200cc.

Motos nacionais até 200cc 4 tempos e de 2 tempos até 180cc.

CATEGORIA 230cc

Motos nacionais de até 230 cc.

CATEGORIA NACIONAL  "B" ATÉ 250cc.

Motos nacionais até 250cc de 4 tempos e 200cc 2 tempos.

CATEGORIA FORÇA LIVRE

Motos nacionais de livre cilindrada e 150cc Importada

CATEGORIA MX3  NACIONAL

Motos de livre cilindrada com pilotos com idade mínima de 35 anos.

CATEGORIA  MX4 NACIONAL

Motos nacionais de livre cilindrada com pilotos com idade mínima de 40 anos

CATEGORIA MX4 IMPORTADAS

Motos de livre cilindrada  importadas  com pilotos (homens) com a idade mínima de 40 anos e pilotos (mulheres) à partir dos 15 anos.

CATEGORIA MX3 IMPORTADAS

Motos importadas. Pilotos homens de 35 até 55 anos e mulheres de 14 até 55 anos. Para calculo de idade serão considerados os homens nascidos até 1982.

CATEGORIA MX2

Motos de 125CC 2T  e até 250cc 4T. Pilotos de 14 a 50 anos.

CATEGORIA MX GOLD
Motos 2T de 125cc a 250cc e 4T de 150 cc até 450cc. Pilotos de 14 até 50 anos.

CATEGORIA INTERMEDIÁRIA IMPORTADA INCIANTES

Motos importadas com pilotos que não tenham ficado entre os 3 primeiros colocados nos campeonatos e Motocross Amador dos anos anteriores.



João Henrique Coelho de Souza
MANO

sexta-feira, 5 de setembro de 2014

Confira Motocross na Picada das Antas

Você compartilhou seu e-mail com Motocross na Picada das Antas, que enviou este convite para você curtir sua página no Facebook Motocross na Picada das Antas MOTOCROSS NA PICADA DAS ANTAS
Você compartilhou seu e-mail com Motocross na Picada das Antas, que enviou este convite para você curtir sua página no Facebook
page_profile_pictureMotocross na Picada das AntasMOTOCROSS NA PICADA DAS ANTAS
 
 
Obrigado,
Motocross na Picada das Antas
Essa mensagem foi enviada para manosls23.lourenciano@blogger.com. Se você não deseja receber esses e-mails do Facebook no futuro, Cancele a inscrição. Facebook, Inc., Attention: Department 415, PO Box 10005, Palo Alto, CA 94303

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

ENTREVISTA COM JACK PITALUGA # 53 - PILOTO E SONORIZADOR

ENTREVISTA COM JACK PITALUGA #53, PILOTO E SONORIZADOR DO EVENTO

Em que cidade tu mora?

SANTO ANGELO RS

Me conta como começou a tua ligação com o motociclismo off road?

MINHA LIGAÇÃO COM O MOTOCICLISMO OFF ROAD COMEÇOU EM 1984 QUANDO PELA PRIMEIRA

VEZ PARTICIPEI DO GAÚCHO DE ENDURO DE REGULARIDADE COM UMA MOTO DE RUA (HONDA

ML 125), DEPOIS DISSO, PASSEI UM TEMPO SÓ COMO EXPECTADOR, EM 2000 FUI MORAR EM

SANTA CATARINA(JOINVILLE) FOI AÍ QUE COMPREI UMA XLX350 PARA ANDAR NA RUA. ANTES DE

COMPLETAR UMA SEMANA DE USO ELA JÁ ESTAVA DESMONTADA E PRONTA PRAS TRILHAS,

POIS LÁ NA ÉPOCA ERA UMA FEBRE MUITO GRANDE. A PARTIR DAÍ FIZ REGIONAIS, ESTADUAIS

E BRASILEIRO DE REGULARIDADE TROCANDO PERIÓDICAMENTE DE MOTOS. LOGO EM SEGUIDA

PASSEI A PRATICAR O CROSS­COUNTRY E POSTERIORMENTE CONHECI O VÍCIO IMPOSSÍVEL DE

SE CURAR...... O MOTOCROSS. ANDEI E TREINEI MUITO EM STA CATARINA FUI VICE­CAMPEÃO

DE SUPERCROSS EM 2008 (SX3) E AINDA FIZ ALGUMAS PROVAS DO BRASILEIRO DE MX. MINHA

PROFISSÃO FEZ COM QUE EU VOLTASSE AO RIO GRANDE DO SUL EM 2010 ABRI UMA LOJA

MÓVEL OFF ROAD E AÍ COMECEI A COMPETIR NAS PROVAS DE VELOTERRA OU VELOCROSS DA

QUAL FIZ MUITOS AMIGOS E PARCERIAS.

Quais a modalidades que tu pratica?

HOJE NA ATUALIDADE ANDO REGIONAIS E GAÚCHOS DE MX E VX

A tua loja tem sede ou é na estrada mesmo?

MINHA LOJA TEM UM DEPÓSITO PRÓPRIO E FUNCIONA 99% NA ESTRADA E VENDAS PELA

INTERNET E TELEFONE

A parte de sonorização, quando começou?

ESSA É UMA LONGA HISTÓRIA,,,,, COMECEI A TRABALHAR COM SOM PROFISSIONALMENTE NO

ANO DE 1989 EM SANTO ANGELO RS, FAZENDO FESTAS EM CLUBES E EVENTOS EM GERAL, NO

INÍCIO FOI UMA MANEIRA DE OBTER UM GANHO EXTRA POIS EU ERA BANCÁRIO, MAS O

NEGÓCIO FOI TOMANDO UMA GRANDE PROPORÇÃO. RESUMINDO FIZ SOM DURANTE 10 ANOS

NO RIO GRANDE DO SUL COM EVENTOS DE GRANDE PORTE, POSTERIORMENTE ME MUDEI PRA

STA CATARINA COMO JÁ MENCIONEI ANTES, MONTEI UM MEGA ESTÚDIO DE GRAVAÇÃO,

FAZENDO INCLUSIVE TRABALHOS PRO SELO SOM LIVRE COM DIVERSAS BANDAS NACIONAIS E

NOS FINAIS DE SEMANA TRABALHAVA COMO TÉCNICO DE SOM NA ESTRADA COM VÁRIAS

BANDAS. MEUS ÚLTIMOS TRABALHOS COMO TÉCNICO DE SOM FORAM UMA BOA TEMPORADA

COM A BANDA O RAPPA DO RJ E TBEM COM O PESSOAL DOS PARALAMAS DO SUCESSO

QUANDO HERBERT VIANNA SOFREU O ACIDENTE DE ULTRALEVE A BANDA SE CHAMAVA

REGGAE B E CONTAVA COM VÁRIOS COMPONENTES DE BANDAS FAMOSAS NACIONAIS, ENFIM,

A MOTO ME TIROU DOS EVENTOS E DA NOITE, POIS ERA IMPOSSÍVEL CONCILIAR AS DUAS

COISAS, AÍ VOLTEI PRO RIO GRANDE TRABALHANDO COM MOTO E AQUI ESTOU HOJE, ACHEI UM

MEIO TERMO TRABALHO COM SOM E ANDO DE MOTO.

No ano de 2013 tu participaste como piloto e expositor do Motocross Amador na Picada das Antas. Qual foi

a tua impressão?

MINHA IMPRESSÃO FOI ALÉM DAS EXPECTATIVAS, POIS SEMPRE OUVIA FALAR DO EVENTO MAS

NÃO TINHA NOÇÃO DA GRANDIOSIDADE DA PRODUÇÃO, E DA PARTICIPAÇÃO DO PÚBLICO.

E para este ano, com a sonorização qual a tua expectativa?

MINHAS EXPECTATIVAS SÃO ENORMES, POIS VOU ESTAR FAZENDO AS DUAS COISAS QUE MAIS

GOSTO, SOM E MOTOCROSS, EXISTE COISA MELHOR??? RSSSSS.......

Deixe tuas palavras finais...

SÓ ME RESTA PEDIR A TODOS QUE AINDA NÃO CONHECEM O EVENTO EM PICADA DAS ANTAS

QUE SE DESLOQUEM PRA LÁ E CURTAM UM ESPORTE MARAVILHOSO EM UM LUGAR QUE O

PÚBLICO ADORA MOTOCROSS E SABE E RECEBER MUITO BEM SEUS VISITANTES.... COMO NOS

VELHOS TEMPOS. VALE A PENA EU RECOMENDO.



sábado, 2 de agosto de 2014

Veloterra Candiota transferido para 10 de Agosto

Atenção Pilotos, infelizmente estamos transferindo a nossa prova para o dia 10 de Agosto ... começamos a marcar a pista hoje pela manha e veio uma chuva de 10mm... e agora a tarde por volta as 15 horas mais 15mm... o que fez com que a pista ficasse encharcada... Para garantir a segurança de todos e o espetáculo do evento resolvemos adiar para o próximo final de semana... com certeza faremos um espetáculo ainda melhor... se puderem divulguem....

--
Erton Manzke Muller

quarta-feira, 30 de julho de 2014

Fwd: Sugestão de Pauta: Rinaldi Gaúcho de Motocross está de volta à Marau

Boa tarde.

 

A Federação de Motociclismo realiza neste final de semana, dias 02 e 03 de agosto, na cidade de Marau, a quarta etapa do campeonato Rinaldi Gaúcho de Motocross 2014. O evento uma promoção do Moto Clube de Marau – MOTOMAR -  tem o apoio da Prefeitura Municipal e acontece dentro do Parque Lauro Bortolon.

 

Rinaldi Gaúcho de Motocross está de volta à Marau


Após dois anos cidade está de volta ao roteiro da competição  O Rinaldi Gaúcho de Motocross volta a se encontrar neste final de semana, dias 02 e 03 de agosto, com a cidade de Marau, que foi palco de disputas memoráveis em edições passadas do campeonato.


Situada na região norte do Rio Grande do Sul, distante duzentos e sessenta e três quilômetros da capital do estado, Marau tem uma grande ligação com o Motocross, afinal de contas,  boa parte da nova geração de pilotos é de Marau, como Gabriel Andrigo, campeão gaúcho e brasileiro da 50cc e Felipe Moraes campeão gaúcho na 65cc em 2012 e Felipe Migliorini campeão gaúcho de motocross na 65cc em 2013.


O palco para a disputa da quarta etapa do Rinaldi Gaúcho de Motocross será a tradicional pista montada dentro do Parque Lauro Bortolon. A responsável pelas pistas do campeonato gaúcho, Roberto Limberger, "Zanela", está em Marau há alguns dias na cidade fazendo os trabalhos de reforma e manutenção do terreno.O ritmo de trabalho se intensificou nos últimos dias para que tudo esteja pronto para a etapa que receberá pilotos dos quatro cantos do Rio Grande do Sul, e também Santa Catarina e do Uruguai.


O campeonato chega à Marau com um estrangeiro na liderança da principal categoria, a MXPró, Cale Florin, piloto da cidade de Cardona/Uruguai é o líder isolado da categoria, Leonardo Lizott (Sertão) é o vice-líder da MXPró e líder da categoria MX2. Ismael da Cruz (Venâncio Aires), Henrique Araújo (Passo Fundo) na MX2 Júnior e Maiara Basso (Mato Castelhano) na MXF, buscam manter os 100% de aproveitamento e liderança isolada na competição.


"Estamos muito felizes em poder estar novamente em Marau. Aqui tivemos grandes etapas, algumas delas marcam muito nossa lembrança, cito as duas últimas, onde tivemos a disputa em conjunto do Brasileiro de MX Júnior em 2011 e a da temporada de 2012, que traz a lembrança do Marronzinho, sendo que foi em aqui a última participação dele no nosso campeonato. Tenho certeza que o pessoal do Motomar vai fazer Marau voltar ao cenário do Gaúcho de Motocross em grande estilo." – comentou Paulo Della Flora, presidente da FGM.


A etapa do Rinaldi Gaúcho de Motocross é uma promoção do Moto Clube de Marua – MOTOMAR – com o apoio da Prefeitura Municipal de Marau. 


SERVIÇOS DA 4a ETAPA DO RINALDI GAÚCHO DE MOTOCROSS 2014 


Cidade : Marau


Estado : Rio Grande do Sul


Região : Norte


Treinos e corridas : Sábado – 02 de agosto


Treinos e corridas : Domingo – 03 de agosto


Local : Parque Lauro Bortolon


Venda de Ingresso: Entrada do Parque


Bebidas : Proibido acesso com bebidas


Promoção : Moto Clube de Marau - MOTOMAR


 Apoio: Prefeitura Municipal de Marau. Rede Mais Nova FM 94.7 e Folha Regional 


Realização : Federação Gaúcha de Motociclismo – FGM


Supervisão : Federação Gaúcha de Motociclismo – FGM


Narração : Márcio Frozza


Distâncias de Marau: Passo Fundo (30KM); Erechim (112Km); Bento Gonçalves (144Km); Caxias 


do Sul (186Km); Porto Alegre (263Km); Santa Maria (322Km); Pelotas (492Km), Santa Rosa 


(306Km); Panambi (164Km); Ijui (198Km); Chapecó/SC (207Km); Blumenau/SC (492Km).


REDE HOTELEIRA:


Hotel De Conto (54) 3342 -1896


Hotel Konfortomar (54) 3342-4779


Hotel San Giminiano (54) 3342-9600


Hotel Bell Star (54)3342 5728


Pousada da Colina (54) 3342-1615


Hotel Marin (54) 3342-1113


Hotel Masetto (54) 3342-1936


Hotel Farol (54) 3342 -2909


O campeonato Gaúcho de Velocross 2014 tem o patrocínio máster da RINALDI, HONDA, IMS, 


co-patrocínio SobreRodas e apoio da MCR, Racing, Farover, Mormaii Knee Breace, Artemoto, 


Works Suspensões, Only Racing, CTLS - Centro de Treinamento Leandro Silva, Rádio Cross, 


MundoCross, Zunn Motorcycle e Jornal O Podium.


Texto e fotos: André Charão/Assessoria de Comunicação FGM

 

A FGM agradece a colaboração de todos.

 

Att.,

 

 

André Charão
Assessoria de Comunicação


(53) 3243-8541
(53) 8463-7076 (OI)

(53) 9964-4775 (Vivo)
Skype: alcharao@hotmail.com

 

terça-feira, 22 de julho de 2014

Fwd: Sugestão de Pauta: Pilotos deram show no Rinaldi Gaúcho de Velocross em Dona Francisca


Bom dia.

 

A FGM realizou neste final de semana a 3ª etapa do Rinaldi Gaúcho de Velocross na cidade de Dona Francisca, região central do Rio Grande do Sul.

 

Pilotos deram show no Rinaldi Gaúcho de Velocross em Dona Francisca


O domingo foi eletrizante na cidade de Dona Francisca, região central do Rio Grande do Sul, com a disputa da terceira etapa do campeonato Rinaldi Gaúcho de Velocross, disputada na pista do Parque Histórico Municipal Obaldino Benjamim Téssele, o evento aconteceu dentro da programação do 32oa semana do município, que comemora de seus 49 anos de emancipação.


Com uma grande presença de público, que ultrapassou a sete mil espectadores e mais de cento e cinqüenta pilotos de várias regiões do Rio Grande do Sul e também do Uruguai, a etapa foi um grande sucesso.


A pista com pouco mais de 1.100m de extensão e de traçado rápido fez com que os tempos girassem bem abaixo de um minuto. O dono da volta mais rápida da pista foi Mateus Basso (Gentil) que na disputada categoria VX2 fez o tempo de 0:43.388s. 


OS destaques da etapa de Dona Francisca foram os pilotos Jordan Martini (Santa Maria), que além de vencer e manter o 100% de aproveitamento da Intermediária VX1, faturou pela segunda vez a categoria VX2, Fernando Sanches (Santa Maria) que conquistou duas vitórias importantíssimas no campeonato (VX3 e VX4) e Luiz Refatti (Alegrete), que com mais duas vitórias (VX3 Nac. e VX4 Nac.) manteve os 100% de aproveitamento nas duas categorias. 


Com os resultados da etapa, Jordan mantêm a liderança da Intermediária VX1 e assume a liderança na VX2 empatado em pontos com Lucas Basso (Gentil), com a vantagem de ter vencido a última prova. Por sua vez Refatti segue firme e forte na liderança na VX3 e VX4 nacionais e, mesmo com apenas três etapa disputadas, passa a ser considerado o grande favorito ao título nas duas categorias.


Na principal categoria do campeonato, a VXPró, os irmãos Lucas Basso e Matheus Basso fizeram a dobradinha com Lucas em primeiro e Matheus em segundo, com o resultados mantiveram o domínio da categoria.


Quem também saiu vitorioso de Dona Francisca foram os pilotos: Gustavo Gusberti (Vila Flores) na Intermediária VX2, Matheus Cunha Melo (Dom Pedrito) na 50cc A, Erick Bom Reis (Rio Grande) na 50cc B, Alfredo Bernardy (Sta. Cruz do Sul) na Estreantes 230cc, Arthur Barcelos (Capão do Leão) na 65cc, Douglas Carvalho (Vera Cruz) na 230cc Pró, Felipe Deloss (Lajeado) na Nacional Força Livre e Felippe Menuzzi (Dom Pedrito) na Júnior.


Confira os cinco primeiros colocados de cada etapa:


50cc A


1o - Matheus Cunha Melo (Dom Pedrito)


2o - Augusto Wening (Montenegro)


50cc B


1o - Erick Moura Bom Reis (Rio Grande)


2o - Roberty Godinho (Nova Prata)


65cc


1o - Arthur Barcelos (Capão do Leão)


2o - João Pedro Roncato (Nova Prata)


3o - Erick Moura Bom Reis (Rio Grande)


4o - Lorenzo Machado (Tupanciretã)


5o - Eduardo Gomes (Camaquã)


Júnior


1o - Felippe Menuzzi (Dom Pedrito)


2o - Alfredo Bernardy (Sta. Cruz do Sul)


3o - Gonzalo Flores (Rivera/Uruguai)


4o - Franco Rodrigues (Chui)


5o - Gabriel Costa (Dom Pedrito)


Estreantes 230cc


1o - Alfredo Bernardy (Sta. Cruz do Sul)


2o - Wanderson Graepin (Nicolau Vergueiro)


3o - Charles de Lima (Erechim)


4o - Rafael Cervini (Marau)


5o - Leandro Weber (Ijui)


230cc Pró


1o - Douglas Carvalho (Vera Cruz)


2o - Joel da Costa (Ciriaco)


3o - Cleomar Lusa (Flores da Cunha)


4o - Arthur Fockinck (Sta. Cruz do Sul)


5o - Flávio Neto (Santa Maria)


VX3 Nacional


1o - Luiz Refatti (Alegrete)


2o - Jocemar Magni (Estrela)


3o - Cézar Silva (Pelotas)


4o - Márcio Alarcon (Montenegro)


5o - Elder Pirolli (Tapejara)


VX4 Nacional 


1o - Luiz Refatti (Alegrete)


2o - Cézar Silva (Pelotas)


3o - Elder Pirolli (Tapejara)


4o - Fabian Souza (Sta. Vitória do Palmar)


5o - Rugard Müller (Agudo)


Nacional Força Livre


1o - Felipe Deloss (Lajeado)


2o - Cleomar Lusa (Flores da Cunha)


3o - Joel da Costa (Ciriaco)


4o - Douglas Carvalho (Vera Cruz)


5o -Jocemar Magni (Estrela)


VX3


1o - Fernando Sanches (Santa Maria)


2o - Rodrigo Volcan (Pelotas)


3o - Giovane Pick (Vera Cruz)


4o - Cleomenes Gomes (Camaqueã)


5o - Maiara Basso (Mato Castelhano)


VX4


1o - Fernando Sanches (Santa Maria)


2o - Giovane Pick (Vera Cruz)


3o - Júlio Balsan (Tupanciretã)


4o - Maiara Basso (Mato Castelhano)


5o -Alexandre Karsburger (Porto Alegre)


Intermediária VX2


1o - Gustavo Gusberti (Vila Flores)


2o - Fernando Dieter (Lajeado)


3o - Eloi Cavalheiro Júnior (Santa Maria)


4o - Weslen Gomes (Camaquã)


5o - Breno Zonta (Farroupilha)


Intermediária VX1


1o - Jordan Martini (Santa Maria)


2o - Fabrício Ramazzini (Montenegro)


3o - Fernando Dieter (Lajeado)


4o - Willian Mioto (Tapejara)


5o - Cleomenes Gomes (Camaquã)


VX2


1o - Jordan Martini (Santa Maria)


2o - Mateus Basso (Gentil)


3o - Lucas Basso (Gentil)


4o - Eloi Cavalheiro Júnior (Santa Maria)


5o - Gustavo Gusberti (Vila Flores)


VXPró


1o - Lucas Basso (Gentil)


2o - Mateus Basso (Gentil)


3o - Fabrício Ramazzini (Montenegro)


4o - Maiara Basso (Mato Castelhano)


5o - Victor Garcia (Triunfo)


O campeonato Gaúcho de Motocross 2014 tem o patrocínio máster da RINALDI, HONDA, IMS, 


co-patrocínio SobreRodas e apoio da MCR, Racing, Farover, Mormaii Knee Breace, Artemoto, 


Works Suspensões, Only Racing, CTLS - Centro de Treinamento Leandro Silva, Rádio Cross, 


MundoCross, Zunn Motorcycle e Jornal O Podium.


Texto e fotos: André Charão/Assessoria de Comunicação FGM

 

A FGM agradece a colaboração de todos.

 

Att.,

 

 

André Charão
Assessoria de Comunicação


(53) 3243-8541
(53) 8463-7076 (OI)

(53) 9964-4775 (Vivo)
Skype: alcharao@hotmail.com

 

 

segunda-feira, 14 de julho de 2014

Fwd: Sugestão de Pauta: Rinaldi Gaúcho de Velocross desembarca em Dona Francisca



Boa tarde pessoal.

 

Neste final de semana a Federação Gaúcha de Motociclismo irá a Dona Francisca, na região central do Estado, para dar sequência ao campeonato Rinaldi Gaúcho de Velocross, onde será realizada a 3ª etapa da competição.

 

Rinaldi Gaúcho de Velocross desembarca em Dona Francisca Após 13 anos, Dona Francisca, volta a receber uma etapa do campeonato Gaúcho de Velocross.


Dona Francisca, localizada na região central do Rio Grande do Sul volta a receber a elite do velocross gaúcho. Situado a 58 quilômetros Santa Maria, cidade "Coração do Estado", o simpático e muito bem organizado município de Dona Francisca realiza no próximo final de semana, 19 e 20 de julho, a 4a etapa do campeonato Rinaldi Gaúcho de Velocross, a etapa faz parte da programação da 32a Semana do Município e será realizada durante a 27a Exposição Feira Agroindustrial, de Artesanato e Produtos Coloniais de Dona Francisca, que acontece nos dias 18, 19 e 20 de julho. 


A cidade acompanhou os primeiros passos da modalidade no Rio Grande do Sul e foi palco de grandes disputas entre as feras do veloterra gaúcho. Nesse meio tempo algumas etapas regionais foram disputadas, mas sempre com a vontade de ter o principal campeonato da modalidade de volta a pista do Parque Histórico Municipal Obaldino Benjamin Téssele.


O campeonato volta à atividade após a parada "forçada" pela realização da Copa do Mundo no Brasil. Antes de Dona Francisca, a cidade de Candelária (abertura) e Jaguarão (segunda etapa), receberam as emoções do campeonato que teve um número expressivo de participantes.


A expectativa da Federação Gaucha de Motociclismo é que a etapa de Dona Francisca seja disputada por um número de pilotos igual ou até mesmo maior que a etapa de abertura em Candelária. "A parada no campeonato foi considerável, além disso, as chuvas atrapalharam bastante os campeonatos regionais, com isso, os pilotos não vêm a hora de entrar na pista e acelerar." – comentou Roberto Limberger, o Zanela, membro da FGM responsável pelas pistas dos campeonatos gaúchos de velocross e motocross, que já vem trabalhando na manutenção da pista há alguns dias.


Com apenas duas etapas o campeonato já tem pilotos se destacando com excelentes resultados, chegando a Dona Francisca para defender os 100% de aproveitamento, são eles: Luiz Refatti-Alegrete (VX3 Nac. e VX4 Nac.), Giovane Pick-Vera Cruz (VX4), Rodrigo Volcan (Vx3), Felipe Deloss-Lajeado (Nacional Força Livre), Jordan Martini-Santa Maria (MX1 Intermediária), Alfredo Bernardy-Sta. Cruz do Sul (Estreantes 230cc), Douglas Carvalho-Vera Cruz (230cc Pró) e Matheus Melo- Dom Pedrito (50cc A). 


Para comemorar a volta da cidade ao circuito gaúcho de velocross, a Federação Gaúcha de Motociclismo não quer deixar nenhum piloto na vontade, para isso, além das quinze categorias válidas pelo campeonato, também será disputada a categoria Promocional. Esta categoria será para pilotos da região com motos de até 200cc (exceto DT 200).


A programação da terceira etapa do campeonato começa no sábado, 19 de julho com a realização dos treinos livres. No domingo acontece o warm up e clessificatórias (caso seja necessário).


"A temporada 2014 do Rinaldi Gaúcho de Velocross começou muito bem. Estamos colocando em prática o que foi projetado para esse e para as próximas temporadas. Estamos com um campeonato com grande presença de pilotos e com um nível altíssimo." – comentou Paulo Della Flora, presidente da FGM


Serviços da 3a Etapa Rinaldi Gaúcho de Velocross 2014 


Cidade: Dona Francicsa


Estado: Rio Grande do Sul


Região: Central


Treinos: Sábado – 19 de julho


Corridas: Domingo – 20 de julho


Local: Parque Histórico Municipal Obaldino Benjamin Téssele


Entrada: Gratuita 


Bebidas: Proibido acesso com bebidas


Promove: Prefeitura Municipal de Dona Francisca


Realização: FGM


Supervisão: CBM


Narração: Márcio Frozza


Distâncias entre as principais cidades: 


Caxias do Sul (271Km), Porto Alegre (287Km), Passo Fundo (342Km), Pelotas (314Km), Santa do 


Livramento (380Km), Santa Cruz do Sul (115Km), Santa Maria (58Km), Santa Rosa (340Km), , 


REDE HOTELEIRA


Dona Francisca


Pousada Jacuí – (55) 9139-0372


Pousada Monte Santo – (55) 36268-1172


AGUDO (distante 13Km)


Hotel Germânico – (55) 3265-1341


Hotel Bel Recanto – (55) 3265-1202


Pousada Mate e Café – (55) 9945-7483 (Vivo)


 (55) 8435-6193 (OI)


FAXINAL DO SOTURNO (distante 11Km)


Hotel Zanon – (55) 3263-1295


Hotel Havaí – (55) 3263-2505


Hotel da Gema – (55) 3263-2098


O campeonato Gaúcho de Motocross 2014 tem o patrocínio máster da RINALDI, HONDA, IMS, 


co-patrocínio SobreRodas e apoio da MCR, Racing, Farover, Mormaii Knee Breace, Artemoto, 


Works Suspensões, Only Racing, CTLS - Centro de Treinamento Leandro Silva, Rádio Cross, 


MundoCross, Zunn Motorcycle e Jornal O Podium.


Texto e fotos: André Charão/Assessoria de Comunicação

 

A FGM agradece a colaboração de todos.

 

 

Att.,

 

 

André Charão
Assessoria de Comunicação


(53) 3243-8541
(53) 8463-7076 (OI)

(53) 9964-4775 (Vivo)
Skype: alcharao@hotmail.com

 

 


Fwd: Sugestão de Pauta: Gaúchos encaram o Redbull Romaniacs



Boa tarde pessoal.

 

Nesta terça-feira, 15 de julho, tem início o segundo maior enduro Extreme do Mundo, o Redbull Romaniacs. O evento que acontece na Romênia, terá a participação, pelo segundo ano consecutivo, de uma equipe de pilotos gaúchos representando o Brasil.

 

Gaúchos encaram o Redbull Romanciacs


Pelo segundo ano consecutivo o Brasil estará sendo representado por uma equipe de pilotos gaúchos no segundo maior Enduro Extreme do Mundo, o Redbull Romaniacs. O evento acontece anualmente na Romênia e novamente os gaúchos serão os únicos brasileiros à participar do evento.


A equipe formada pelos pilotos Gustavo Pellin, Juliano Castoldi e Thales Lionço e Marlon Índio dos Santos (Mecânico) no apoio, embarcou na manhã do dia 09 de julho para a cidade de Sibiu, local onde acontece o evento;


Com a experiência de ser o único piloto da equipe a completar os cinco dias de provas do Romaniacs no ano passado, Gustavo Pellin (Caxias do Sul) acredita que irá melhorar o resultado de 2013. Na oportunidade o evento teve a participação de mais de 400 pilotos de vários países.


Este ano além de Gustavo, a equipe brasileira contará com Juliano Castoldi (Caxias do Sul) e Thales Lionço (Caxias do Sul), que farão a sua estréia na competição. Os três pilotos contarão novamente com o apoio do mecânico e chefe de equipe Marlon "Índio" dos Santos, que a exemplo de Gustavo, participa do Romanics pela segunda ano.


O Romanics é considerado um dos mais difíceis Enduro Extremos do mundo. "Não há nada parecido com o evento no Brasil." – comentou Marlon.


O primeiro dia de competição será na terça-feira, 15 de julho, onde os pilotos disputam uma classificatória, um prólogo, que é montado no centro da cidade de Sibiu e assistido por mais de 15.000 pessoas. A primeira etapa é a classificatória para ordem de largada do segundo dia de competição, onde inicia realmente o Romaniacs. São mais de 700 km de trilhas de altíssimo nível técnico e dificuldades extremas que serão disputados em quatro dias de prova. 


Boa sorte aos nossos pilotos.

 

A FGM agradece a colabaração de todos.

 

Att.,

 

 

André Charão
Assessoria de Comunicação


(53) 3243-8541
(53) 8463-7076 (OI)

(53) 9964-4775 (Vivo)
Skype: alcharao@hotmail.com

 

 


quinta-feira, 10 de julho de 2014

ATENÇÃO PILOTOS DA ZONA SUL - NOTÍCIA DO FALECIMENTO DO PAI DO PILOTO ESLON HELING DE CANGUÇU

Empresário morre em acidente no município de Candelária (RS)
Foto: Odete Jochims/Folha Candelária
Carreta carregada com soja à granel, com placas de Canguçu, tombou na ERS-400 na tarde desta quinta-feira
Atualizada às 20h55:
Rudimar Heling foi proprietário de supermercados em Canguçu
Um grave acidente ocorrido no início da tarde desta quinta-feira (10), na localidade de Picada Karnopp, no interior do município de Candelária (RS), teve como vítima um empresário canguçuense. Rudemar Heling, conhecido como Rudi Heling, 49 anos, conduzia uma carreta carregada com soja à granel quando acabou tombando no quilômetro 16 da ERS-400. O local fica distante cerca de 265 quilômetros de Canguçu. O acidente foi tão forte que parte da carreta acabou subindo em um barranco, passou próxima de uma casa e atingiu um poste de luz e uma estufa de fumo, às margens da rodovia.
De acordo com informações repassadas pela Polícia Rodoviária Estadual do muncípio de Novo Cabrais, que fica à 20 minutos dali, a carreta estava descendo a Serra no sentido Sobradinho - Candelária. A suspeita é de que, na altura do quilômetro 16, o motorista Rudi Heling tenha ficado sem freios, perdendo o controle. Na tentativa de parar, ele ainda teria jogado o veículo contra o barranco. Em razão da chuva e da pista molhada, a carreta se desgovernou e a carroceria foi arremessada para cima do barranco, quebrando uma cerca, passando sobre uma casa e atingindo um poste de luz e uma estufa de fumo.
Após descer aproximadamente 100 metros, o veículo tombou e parou e na rodovia com as rodas voltadas para cima. Com o acidente, a carga de soja à granel ficou espalhada pela pista. O trânsito foi interrompido no local. Uma equipe do Corpo de Bombeiros Voluntários de Candelária realizou uma limpeza parcial da pista. Logo em seguida, o trânsito foi liberado em meia-pista.
A vítima teria ficado presa nas ferragens. Equipes do Corpo de Bombeiros de Santa Cruz do Sul se deslocaram ao local para auxiliar no resgate, mas encontraram dificuldades no trabalho de remoção do corpo.
Vítima deixa três filhos
No início dos anos 2000, Rudi Heling foi proprietário do Supermercado Heling. Anos depois, dirigiu o Supermercado Big Haus. Em abril de 2011, o prédio localizado na rua General Osório pegou fogo e a empresa teve grandes perdas. O empresário reergueu-se rápido e, três meses depois, inaugurou o Big Super, na rua General Câmara. Por fim, o estabelecimento foi fechado em 2013.
O empresário deixa os filhos Dieizy, Éslon e Vitória, todos maiores de idade. 
Mais informações em breve.
Com informações do jornal Folha de Candelária (RS)
Veja mais imagens:
João Henrique Coelho de Souza
MANO